Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil

As station wagons já foram sinônimo de status e conforto no passado e representavam o típico carro de família, mas o tempo foi passando, surgiram as minivans, os SUV's ganharam espaço e as opões de peruas foram ficando restritas, mas sem nunca deixar de ter seu púbico fiel.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
As minivans e os utilitários esportivos tem suas vantagens, como amplo espaço interno e posição de dirigir elevada, mas consomem mais e não tem a mesma estabilidade. Já as peruas ou station wagons tem design mais atraente, melhor comportamento dinâmico, além de normalmente possuírem bom espaço no porta-malas. A Renault (Mègane) Grand Tour, que apresentou bons números de vendas após o seu reposicionamento pela marca, se despede no mês que vem desfalcando o time das peruas médias, que contará apenas com os modelos Hyundai i30 CW e Jetta Variant. O encerramento da produção da Grand Tour deverá dar mais folego à produção do utilitário Duster, mais atrativo para a marca.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
Alguns fabricantes só disponibilizam as minivans ou crossovers por aqui, como é o caso da Nissan, Kia, Chevrolet, Ford, Citroën, Honda e Toyota, que desde o fim da Fielder não demonstra mais nenhum movimento apontando para este segmento.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
A Ford abandonou o segmento ao descontinuar a perua média Escort SW em 2003 e lançar o SUV compacto EcoSport, que chega em sua nova geração e passa a ser global. Já a Fiat tem a Palio Weekend que ganhou uma leve reestilização e deve permanecer até 2015, quando será substituída por um crossover compacto, além de oferecer também a minivan Fiat Idea. A Volkswagen tem a conhecida Parati e a Spacefox, além da Peugeot com o 207 S.W e suas vendas fracas.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
Na Europa, mercado onde as minivans são sucesso, as opções são variadas possuindo modelos como o Golf S.W, Focus S.W, Hyundai i30 Tourer, Kia Cee'd S.W, Peugeot 308 Break, Mègane Estate/Grand Tour e Chevrolet Cruze S.W só pra citar algumas.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
O renascimento No Brasil, o segmento que parece estar esquecido pode ganhar algumas novas peças importantes. No caso da Renault, a informação que tínhamos era de que a minivan Lodgy ocuparia o lugar da Grand Tour por aqui, mas este mês surgiram informações de que estaria sendo preparada uma versão perua do Fluence (Fluence Grand Tour) para ser comercializada no nosso mercado.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
Outra marca que pode ajudar este segmento renascer é a Ford. Unidades da nova geração do Focus em sua versão Station Wagon vêm sendo flagradas constantemente no Brasil, o que é um forte indício de homologação por aqui. Neste caso, as informações preliminares são de que o modelo poderá ser mostrado ao público brasileiro no Salão do Automóvel em outubro, mas suas vendas devem começar somente no ano que vem.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
Além dessas opções, tudo indica que em 2013 deveremos ter a nova i30 Tourer que vai substituir a atual i30 CW com seu design já datado se levarmos em conta a nova identidade visual da marca coreana.
Station Wagons: O segmento que pode renascer no Brasil
Se todos esses lançamentos se confirmarem, este segmento um tanto esquecido pelas montadoras pode voltar a ter o seu merecido reconhecimento e status, já que as marcas possuem bons produtos para preencher esta lacuna, bastando oferecê-los em nosso mercado.

Seja parte de algo grande