Vendas globais da Mercedes-Benz registram queda em julho

Depois de meses ininterruptos de crescimento, a Mercedes-Benz amargou a 1ª redução de vendas globais. As 97.237 unidades comercializadas em julho representaram uma queda de 3,14% na comparação com o mesmo mês de 2011 (100.391). As vendas acumuladas nos sete primeiros meses de 2012, entretanto, cresceram 5,5% e chegaram à marca de 750.251 veículos. Mesmo com o resultado negativo do mês passado a empresa mantém a otimismo. “Apesar de muitas mudanças de modelos e das condições difíceis na Europa, continuamos num caminho de crescimento para estabelecer um novo recorde de vendas em 2012”, afirmou Joachim Schmidt, vice-presidente executivo de vendas e marketing da Mercedes.
Vendas globais da Mercedes-Benz registram queda em julho
Com 149.016 unidades comercializadas no período, 2% a mais do que há um ano, a Mercedes devolveu à Alemanha a posição de principal mercado. Os EUA responderam por 147.905 unidades, garantindo um crescimento de 13,8% e a liderança entre as marcas Premium. O crescimento na China chegou a 6,7% e permitiu um novo recorde de vendas no país (113.519 unidades). Na Rússia e no Japão a evolução chegou a 24,5% e 16,8%, respectivamente.
Vendas globais da Mercedes-Benz registram queda em julho
A Classe C avançou 11,9% e se manteve na liderança de vendas da marca. Já a Classe S, cuja nova geração será oficialmente apresentada no final do próximo mês durante o Salão de Paris, se manteve como o carro de alto luxo mais vendido do mundo e ultrapassou a barreira das 500 mil unidades comercializadas na atual geração (2005). Por Thiago Parísio / Fonte: Daimler AG

Seja parte de algo grande