Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI

Apresentado a cerca de mil convidados entre imprensa e clientes VIPs, na noite desta terça-feira (13) em São Paulo, o novo Golf finalmente colocou os pneus no Brasil. Inicialmente importado da Alemanha, o modelo terá o preço subsidiado pela Volkswagen enquanto não passa a ser trazido do México (o que deve acontecer em meados de 2014) para se livrar do Imposto de Importação. Posteriormente, em 2015, a sétima geração do hatch médio da Volks deverá ser produzida em São José dos Pinhais (PR) ao lado do novo Audi A3 (com quem divide a plataforma modular MQB).
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
O preço segue como grande mistério, mas, de acordo com o discurso dos representantes da marca, os valores serão "compatíveis com o segmento". Pelas conversas de bastidores, a versão de entrada, Highline 1.4 TSI com câmbio manual de seis marchas, partirá de algo em torno dos R$ 70 mil. A mesma versão com câmbio DSG de sete marchas deve custar ao redor dos R$ 75 mil, superando os R$ 80 mil quando equipada com todos os opcionais. Vale lembrar que o modelo vem, de série, com ar-condicionado digital, sete airbags, ABS, start-stop, controle de estabilidade ESP, rodas de liga aro 16 e sistema de entretenimento com tela de 5,8", entre outros equipamentos. Como opcionais são oferecidos bancos de couro (bege, marrom ou preto), faróis "inteligentes" (diminuem o facho de luz ao detectar carros no sentido contrário), controle de cruzeiro adaptativo, navegador por GPS (ainda com a tela de 5,8") e um sistema multimídia mais completo, com tela de 8", GPS, HD de 60 GB, leitor de DVD, conexão Bluetooth e interface com iPod.
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
O motor 1.4 16V TSI (turbo, injeção direta e variador de fase na admissão) rende 140 cv e 25,5 kgfm de torque logo a 1.500 rpm, permitindo uma aceleração de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos quando equipado com a transmissão DSG de dupla embreagem (que conta com borboletas na direção para troca manual de marchas). Durante uma voltinha como passageiro num curto trajeto delimitado por cones, deu para sentir que o Golf tem saídas espertas, uma direção rápida e uma suspensão que pouco deixa a carroceria inclinar - o que vamos conferir num futuro teste completo. Ainda sem definir exatamente o mix de importação, a VW trouxe configurações bastante variadas no primeiro lote. Mas espera-se que o Highline DSG seja o carro-chefe das vendas. Pela faixa de preço, os principais rivais serão Chevrolet Cruze LTZ 1.8 16V (R$ 77.990) e Peugeot 308 THP 1.6 turbo (R$ 74.990).
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
Já o esportivo GTI servirá mais como carro de imagem. O motor 2.0 TSI tem turbo, injeção direta e variador de fase na admissão e no escape, para gerar 220 cv e 35,7 kgfm de torque. Equipado exclusivamente com transmissão DSG de seis marchas (a de sete velocidades da versão 1.4 é seca, enquanto a de seis é banhada a óleo e aguenta mais torque), o esportivo é capaz de ir de 0 a 100 km/h em apenas 6,5 segundos (o controle de largada é de série) e chegar a 244 km/h de máxima.
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
Internamente, o GTI se diferencia pelo acabamento que imita fibra de carbono no painel e laterais de porta, bancos com abas mais salientes e pelo belíssimo volante de base reta. Por fora, chama atenção pelas rodas aro 17", para-choques com desenho mais agressivo e pelo filete vermelho que atravessa grade e faróis. É carro para custar ao redor dos R$ 110 mil, podendo até se embolar com o Audi A3 Sportback 1.8 TSFI (R$ 124.300) na configuração com todos os opcionais - pacote que inclui sistema de entretenimento com tela de 8" e som da marca Dynaudio, park assist e controlador de velocidade ativo, entre outros equipamentos.
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
Refinado Para quem ficou observando de longe as gerações V e VI, voltar a ver o Golf em posição de vanguarda deve agradar à grande legião de fãs do modelo no Brasil. Se o design mantém muitas características das gerações anteriores (como a coluna "C" larga e as lanternas horizontais), ao vivo o carro transmite bastante modernidade. O padrão de montagem é tipicamente alemão, com construção caprichada. Por dentro, se destaca pelo acabamento refinado, com painel emborrachado e peças agradáveis ao toque (bem melhor que no Jetta), além da ótima ergonomia. Mas é claro que no evento a VW só mostrou as configurações completas, com revestimento de couro, banco do motorista com ajustes elétricos, câmbio DSG e a central multimídia com tela de 8" sensível ao toque.
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
O espaço é muito bom para os ocupantes da frente e razoável atrás (não me apertei com meu 1,78 metro), mas apenas para dois no banco traseiro, pois o túnel central é elevado e complica a vida do "quinto elemento". O porta-malas comporta de 313 a 338 litros, dependendo da versão, provavelmente devido à medida do estepe.
Novo Golf terá preço na faixa dos R$ 70 mil na versão 1.4 TSI e R$ 110 mil na GTI
A se confirmarem os valores estimados, considerando o amplo pacote de equipamentos, o Golf chega forte e finalmente deve voltar a disputar o posto de referência do segmento. Mas claro que trata-se de um carro que vai ocupar uma outra faixa de mercado em relação ao atual Golf brasileiro, vendido entre R$ 52.390 e R$ 62.180. Tanto que a nossa geração "4,5" será mantida em produção por mais algum tempo. Texto e fotos Daniel Messeder

Seja parte de algo grande