Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência

Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
Tem muito consumidor que ainda associa sedã médio a motor 2.0. Atenta a esse "desejo" dos brasileiros, a Honda lança o Civic 2014 com uma importante novidade: propulsor 2.0 Flex. A marca também aproveitou para corrigir alguns pequenos deslizes de acabamento, mirando a liderança do segmento. Dirigimos o Civic 2.0 e o 1.8, agora com câmbio manual de seis marchas, em rodovias do interior do São Paulo. Confira como andam as duas novidades.
Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
O que é? Segundo sedã médio mais vendido no Brasil no ano passado, o Civic renovado chega às lojas já como linha 2014, com novas versões (LXR e EXR 2.0) e um pouco mais de recheio. Temos, por exemplo, a inclusão do Bluetooth, da chave do tipo canivete e da forração da tampa do porta-malas em todas as versões. Na LXR, também há revestimento nas alças. O Civic de entrada permanece o LXS equipado com o motor i-VTEC 1.8 Flex que gera 140 cv com etanol e 139 cv com gasolina. Além das novidades de acabamento, essa versão estreia o câmbio manual de seis marchas. As duas versões 2.0 são sempre associadas ao câmbio automático de cinco marchas. A LXR ganha faróis auxiliares de neblina como item de série. Já a EXR mantém o padrão de equipamentos da anterior EXS, com destaque para o controle de estabilidade VSA e MA-EPS (que ajuda o motorista numa situação de contra-esterço deixando a direção pesada se for virada para o lado errado da correção), tela colorida de 7 polegadas para o sistema de navegação, teto solar e rodas de liga leve diamantadas. O novo motor 2.0 é a grande aposta da Honda. Quando abastecido com etanol, entrega 155 cv de potência e torque de 19,5 kgfm e com gasolina gera 150 cv e 19,3 kgfm. O câmbio automático de cinco marchas dispõe de modo esportivo (S) e traz borboletas atrás do volante para trocas manuais.
Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
Outra novidade deste motor é o sistema FlexOne, tecnologia que dispensa o subtanque para partida a frio. Com o novo sistema, um conjunto de aquecedores entra em ação diretamente na linha de combustível tornando a temperatura, principalmente do etanol, ideal para compor uma mistura ar/combustível pronta para entrar em combustão imediata. Assim, o motor tem ignição rápida, mesmo em situação de baixas temperaturas. Este recurso inova também por iniciar o processo de "aquecimento" do combustível assim que se aciona o botão que destrava as portas - alguns sistemas similares iniciam o processo ao girar a chave na ignição e outros quando se abre a porta). Assim, quando o motorista gira a chave, a ignição é imediata. Como anda?
Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
Com tempo chuvoso, iniciamos o test-drive pelas rodovias na região de Campinas, interior de São Paulo, ao volante da versão 2.0 LXR. De largada já fica evidente a maior disposição oferecida pelo motor. Há mais torque disponível na faixa de utilização usual na cidade (de 2.000 a 3.000 rpm), o que deixa o Civic mais animado. Entrando na rodovia, o novo propulsor permite atingir a velocidade cruzeiro mais rapidamente, assim como oferece mais fôlego para retomadas e maior segurança nas ultrapassagens. O câmbio automático chega a conter um pouco o desempenho do motor, mas as borboletas para trocas manuais permitem trabalhar melhor a condução. Numa rápida comparação com seu principal concorrente, o Civic 2.0 nos pareceu mais esperto que o Corolla 2.0. Não há alterações na suspensão, freios e direção. Ou seja, a boa dirigibilidade conhecida do Civic está mantida. Por outro lado, também permanece o incômodo ruído de rolagem dos pneus dentro da cabine a cerca de 120 km/h, um aspecto negativo que poderia ser melhor trabalhado num carro deste segmento. Rodando com 100% de etanol no tanque, mesmo no curto trajeto, notamos que o Civic 2014 é um carro econômico. Apesar das condições adversas, como forte chuva, duas pessoas no carro e ar-condicionado ligado, o consumo médio oscilou entre 9,8 e 10,0 km/litro no trecho rodoviário.
Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
Também experimentamos o Civic 1.8 LXS com o novo câmbio manual de seis marchas. Na arrancada, é notável a diferença de torque entre os motores. Apesar do câmbio manual ter encaixes precisos e oferecer uma boa tocada, o esforço do motor é maior para se ganhar velocidade. Porém, ao atingir 120 km/h basta colocar a sexta marcha, que funciona como overdrive, para ver o giro do motor na casa dos 3.000 rpm. O consumo médio, nas mesmas condições do 2.0, foi de 10,5 km/litro. Em breve faremos o TESTE CARPLACE com dados de desempenho e consumo mais apurados do Civic 2014. Quanto custa? Para andar de Civic na versão de entrada, a 1.8 LXS com câmbio manual, é preciso desembolsar R$ R$ 66.690 - cifra que aumenta para R$ 69.900 na LXS com câmbio automático. Para ter mais desempenho à disposição, o valor sobe para os R$ 74.290 cobrados pela 2.0 LXR. Para levar o Civic "completão", com teto solar, quatro airbags e a tela colorida de sete polegadas com GPS, o preço vai a R$ 83.890. Se o modelo da Honda nunca foi dos mais baratos do segmento, ao menos a tabela está alinhada à do Corolla.
Volta Rápida: Honda Civic 2.0 Flex 2014 - Potência nos olhos da concorrência
Os preços públicos sugeridos incluem o frete e a pintura metálica ou perolizada, sendo que os valores são unificados para todas as regiões do país. As cores disponíveis para o Civic 2014 são prata global, preto cristal, cinza iridium, cinza paladium e branco taffetá. Por Fábio Trindade, de Campinas (SP) Fotos: Honda/Divulgação Ficha Técnica – Honda Civic 2.0 FlexOne 2014 Motor: quatro cilindros em linha, transversal, 1.997 cm³, 16V; Potência: 155 cv (E) e 150 cv (G) a 6.300 rpm; Torque: 19,5 kgfm a 4.800 rpm (E) / 19,3 kgfm a 4.700 rpm (G); Transmissão: automática de cinco marchas, tração dianteira; Suspensão: Dianteira do tipo McPherson e traseira Multi-Link; Freios: ABS e EBD com disco dianteiro ventilado e traseiro sólido ; Direção: Assistência Elétrica; Dimensões: 4.525 mm de comprimento, 1.755 mm de largura, 1.450 mm de altura e 2.668 m de entre eixos; Peso em Ordem de Marcha: 1.306 kg Galeria de Fotos: Honda Civic 2014

Seja parte de algo grande