Funcionários da Hyundai na Coreia farão greve parcial de dois dias

O sindicato que reúne os funcionários da Hyundai na Coreia do Sul confirmou nesta segunda-feira (19) que as atividades nas principais fábricas da marca no país serão parcialmente paralisadas nas próximas terça-feira (20) e quarta-feira (21). Reivindicando melhores condições de salários e benefícios, os cerca de 45 mil trabalhadores anunciaram que a greve consiste na desativação das linhas de montagem durante duas horas a cada dois turnos diurnos.
Funcionários da Hyundai na Coreia farão greve parcial de dois dias
As negociações entre a montadora e os trabalhadoras se arrastam há mais de dois meses e até agora pouco evoluíram. O sindicato reivindica bônus equivalentes a oito meses de salário e aumento no salário base, além de não punição dos membros que aderirem à paralisação. A Hyundai se preocupa para que os eventos não afetem a produção e teme que a greve caminhe para algo semelhante ao que ocorreu no ano passado, quando mais de 82 mil veículos deixaram de ser produzidos.

Seja parte de algo grande