Dono destrói Maserati Quattroporte na China

Os chineses de Qingdao têm uma forma curiosa de protesto quando o assunto são carros. Em 2011, o dono de um Lamborghini Gallardo destruiu completamente seu esportivo por problemas no motor, que parou de funcionar seis meses após a compra. Desta vez foi o proprietário de um Maserati Quattroporte que transformou sua revolta em marteladas sobre o carro. As informações são do site Car News China. O fato ocorreu nesta terça-feira (14), em Qingdao, cidade pertencente à província de Shandong, na China. Não por coincidência, o dia escolhido para a destruição foi o do início do Salão de Qingdao, sendo que o carro foi estrategicamente estacionado diante do pavilhão do evento.
Dono destrói Maserati Quattroporte na China
Identificado somente como Wang, o dono do sedã de luxo se queixa da Maserati China, do concessionário local e da companhia de seguros. De acordo com o proprietário, os seus direitos de consumidor foram violados ao ter uma peça quebrada do carro substituída por outra usada e cobrar por isso. A companhia de seguros endossou a posição da concessionária, o que deixou o dono furioso.
Dono destrói Maserati Quattroporte na China
Na ação, os vidros foram destruídos por marretadas, que também atingiram o capô e as portas do carro. O Maserati não foi destruído por completo e, de forma geral, saiu da sessão de destruição melhor do que a Gallardo de dois anos atrás.

Seja parte de algo grande