Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio

Lifan X60: "Tudo" e "por isso". O mote da campanha resume bem a estratégia que a Lifan adotará no mercado brasileiro para tentar emplacar cerca de 700 unidades por mês do utilitário. Um SUV, segmento bem movimentado por aqui, com recheio generoso e preço atrativo. Por R$ 52.777, será que vale a pena? CARPLACE dirigiu a novidade chinesa montada no Uruguai e traz agora as primeiras impressões ao dirigir.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
O que é? Com porte de Renault Duster e ligeiramente maior que seu compatriota Chery Tiggo, o X60 representa a evolução da Lifan. O visual agrada e mosta certa personalidade, apesar de carregar elementos "inspirados" em outros modelos. O conjunto óptico dianteiro tem faróis biparábola e luz de posição de LEDs, além dos faróis auxiliares na parte inferior. A grade cromada é um pouco exagerada, mas as setas embutidas na região central do para-choque amenizam essa impressão. A traseira traz lanternas bem desenhadas, com LEDs, e têm boa harmonia com a tampa do porta-malas. Na lateral, as rodas de alumínio de 16 polegadas são envolvidas pelos para-lamas salientes, o que dá a sensação de que poderiam ser maiores. Racks no teto e setas (também de LEDs) nos retrovisores completam o estilo.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
Na parte interna, a primeira impressão é positiva. O desenho geral (que lembra o novo Toyota Rav4) demonstra preocupação com a ergonomia, oferecendo comandos de acesso fácil. O material utilizado é simples, traz algumas rebarbas, mas não chega a comprometer. O quadro de instrumentos exibe mostradores analógicos para o nível de combustível, temperatura e conta-giros, em contraste com o velocímetro digital. Ponto negativo é a ausência do computador de bordo.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
Na região central do painel, botões simples para o ar-condicionado. O destaque fica por conta da bela central multimídia de sete polegadas sensível ao toque, que integra navegador por GPS, sistema de som com rádio AM/FM e entradas para CD/USB/SD Card, além de oferecer conexão Bluetooth - tudo como item de série. Acima, saídas de ar e um display com relógio digital e indicador de temperatura externo. Os vidros possuem acionamento elétrico nas quatro portas, mas os seus botões são de um material muito simples, assim como as travas de fechamento das portas (junto às maçanetas), também frágeis. Os bancos trazem revestimento de couro sintético.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
O conjunto mecânico do Lifan X60 é enxuto, vindo apenas com motor 1.8 16V VVT a gasolina que entrega 128 cv de potência e 16,8 kgfm de torque em 4.200 rpm em conjunto com câmbio manual de cinco marchas. Uma possível versão automática é coisa para o futuro.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
Como anda? Ao sentar no banco do motorista, o X60 mostra que é ligeiramente superior em relação aos irmãos 320 e 620, que deixaram de ser importados pela Lifan. No confronto com o atual Chery Tiggo, a sensação também é de que o chino-uruguaio se sai melhor. O ajuste dos retrovisores é feito por meios de botões localizados na parte inferior esquerda do painel, ao lado da trava central das portas. Ali também pode ser regulada a intensidade de iluminação do painel e a altura dos faróis. Ao regular a altura do volante, é preciso segurá-lo, pois ele desce de uma vez. Em trecho urbano, o X60 mostrou boas virtudes, como rodar firme. O motor de 128 cv pareceu suficiente, oferecendo boa agilidade ao modelo. Em velocidades de cidade, até 60 km/h, a suspensão trabalha bem e é confortável para os ocupantes. Quando a velocidade aumenta, entre 100 km/h e 120 km/h, o X60 mostra que ainda precisa melhorar em alguns quesitos: o barulho do motor incomoda na cabine, por falta de isolamento acústico, e a carroceria inclina consideravelmente em curvas mais acentuadas. Outra coisa que notamos foi a interferência do vento na condução, o que exigiu mais atenção e constantes correções de rota, porém, deve ser considerado que a ventania excessiva em Punta del Este foi uma situação pontual. Quanto custa?
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
Quando se fala que um carro é chinês, não tem jeito, ainda há desconfiança. No caso da Lifan, a situação é um pouco mais complicada pelo histórico deixado pelo antigo importador, com falta de peças e de assistência. Agora controlada pela matriz, a marca chinesa quer conquistar o consumidor brasileiro apagando seu passado recente. Para isso, traz o X60 com uma farta lista de itens de série, visual interessante, cinco anos de garantia e promessa de assistência 24 horas durante dois anos, rápida reposição de peças e preço de revisão tabelado, sendo gratuita a primeira aos 5.000 km com mão de obra incluída. Ver galeria em alta resolução Com preço competitivo de R$ 52.777, o pacote de equipamentos do X60, além dos itens já citados, conta ainda com câmera de ré e o sensor de estacionamento, banco traseiro bipartido com apoio de braço central e dois porta-copos integrados, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, duplo airbag, porta-objetos nas portas, no console central e sob o apoio de braço no meio dos bancos dianteiros.
Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio
A resposta à pergunta lançada no começo do texto está nas mão da própria Lifan. Se cumprir o que prometeu ao assumir as operações no Brasil, ou seja, oferecer uma boa rede de concessionárias, de assistência e efetivamente garantir a reposição de peças, pode ser uma alternativa, com a vantagem do preço, aos concorrentes como Chery Tiggo, Renault Duster e até Hyundai Tucson. Por Fabio Trindade, de Punta del Leste (Uruguai) Viagem a convite da Lifan Ficha Técnica - Lifan X60 Motor: dianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas, VVT, 1794 cm³, gasolina; Potência: 128 cv a 6.000 rpm; Torque: 16,8 kgfm a 3.850 rpm; Transmissão: câmbio manual de cinco marchas, tração dianteira; Direção: hidráulica; Suspensão: independente McPherson na dianteira e independente tipo trailing arm na traseira; Freios: discos nas quatro rodas com ABS; Peso: 1.330 kg; Capacidades: porta-malas 405 litros, tanque 55 litros; Dimensões: comprimento 4.325 mm, largura 1.790 mm, altura 1.690 mm, entre-eixos 2.600 mm

Seja parte de algo grande

Volta Rápida: Lifan X60 quer comer pelo recheio

Foto de: Fábio Trindade