"Baby" Land Rover para o Brasil deve surgir de parceria com a Chery

Em entrevista ao CARPLACE na última quarta-feira (15), o diretor de overseas da Jaguar Land Rover (JLR), Dmitry Kolchanov, confirmou o interesse do grupo em construir uma fábrica no Brasil. “É algo que certamente está nos nossos planos. Com a legislação atual do Inovar-Auto, fica difícil pensar em crescimento por aqui sem ter uma produção local”, disse. Na ocasião, o executivo também deu a entender que, caso a planta seja aprovada (decisão que será tomada nos próximos meses), o modelo produzido no país seria um carro inédito, certamente abaixo do Freelander, para ter preço competitivo e justificar o investimento na fábrica. Pois a publicação inglesa Autocar já começou a revelar o tal veículo, até então conhecido como "Baby Land Rover". Segundo os ingleses, será um SUV compacto, na faixa dos 4 metros de comprimento (cerca de 30 cm menor que o Evoque), para brigar no segmento em que hoje atuam Ford EcoSport, Renault Duster, Peugeot 2008, Chevrolet Trax e futuramente o VW Taigun, com preço a partir de 18 mil libras (cerca de R$ 70 mil). A versão de entrada terá tração apenas na dianteira, deixando a tradicional tração 4x4 da marca somente para as configurações mais caras.
"Baby" Land Rover para o Brasil deve surgir de parceria com a Chery
A base mecânica do futuro jipinho deve vir da própria Tata (dona do Grupo JLR), que desenvolve uma nova linha de motores 1.4 e 1.6, e principalmente da Chery, marca com a qual a JLR acaba de firmar uma parceria (joint-venture) para construir uma fábrica na China, onde será investido 1,1 bilhão de libras - cerca de 4,1 bilhões de reais. Em entrevista à Autocar, o diretor global da Land Rover, John Edwards, afirmou que "estamos trabalhando forte com a Chery de olho em nossas três prioridades para expandir nossos negócios globalmente: Índia, Brasil e Arábia Saudita". Edwards revelou ainda que, embora o foco esteja nos emergentes, o modelo certamente não será desenvolvido apenas para esses países. "Terá de funcionar em outros mercados", disse o diretor, já de olho numa análise feita pelo Credit Suisse que prevê que o mercado de SUVs compactos deve crescer, globalmente, em mais de um milhão de unidades até 2020. Pouco se sabe sobre o visual do "Land Roverzinho", mas, de acordo com a Autocar, a inspiração virá do conceito DC100 (que dará origem ao novo Defender), como pode ser visto nessas projeções da publicação britânica. Se aprovado, o projeto deve chegar às ruas entre 2015 e 2016. Fonte: Autocar

Seja parte de algo grande

"Baby" Land Rover para o Brasil deve surgir de parceria com a Chery

Foto de: Daniel Messeder