Trabalhadores coreanos mantém greve na Hyundai e prejuízo chega a R$ 850 milhões

Os trabalhadores sul-coreanos da Hyundai Motor planejam estender a greve parcial por mais dois dias. A decisão foi tomada após a última rodada de negociações salariais, onde não houve um acordo, disse um porta-voz do sindicato nesta terça-feira, (27). Mais de 40 mil trabalhadores sindicalizados planejam continuar com a operação "marcha lenta" nas plantas sul-coreanas da montadora por oito horas na quarta-feira e na sexta-feira, afirmou o porta-voz.
Trabalhadores coreanos mantém greve na Hyundai e prejuízo chega a R$ 850 milhões
Os trabalhadores já fizeram uma greve parcial na segunda-feira e pararam de trabalhar por três dias na semana passada. Até agora, as paralisações custaram a montadora 19.441 veículos no valor de € 267.500.000 (R$ 859 milhões). De acordo com o sindicato, os trabalhadores da Hyundai disseram que estão exigindo um aumento salarial de ₩ 130.498 (117 dólares) por mês e por 30% por cento de participação no lucro líquido.

Seja parte de algo grande