Problema na Ford F-150 põe motor Ecoboost na berlinda nos EUA

O NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration), órgão que trata da segurança viária nos Estados Unidos, abriu uma investigação sobre 400 mil unidades da picape Ford F-150 produzidas entre 2011 e 2013. A entidade recebeu quase 100 reclamações de donos do veículo, que alegam que o motor vibra em excesso e perde força em acelerações. Cerca de um terço dos protestos associam a ocorrência ao ato de dirigir debaixo de chuva ou em condições úmidas. As informações são do site Left Lane. Curiosamente, o problema está relacionado ao motor do carro, um V6 Ecoboost biturbo de 3,5 litros, um dos motes principais da campanha publicitária da F-150. A montadora, inclusive, já emitiu vários boletins de serviço às concessionárias, orientando a troca de peças do sistema de arrefecimento e a reprogramação da central eletrônica do motor. A Ford não tem planos para um recall, por mais que o NHTSA possa forçá-la a tal, já que não houve acidentes relacionados ao problema. A questão é que esse não é o único problema recente envolvendo os propulsores Ecoboost, já que há três ações contra a fabricante em Ohio, provenientes de donos descontentes com o motor, alegando que há sérios problemas de projeto e de fabricação.

Seja parte de algo grande