Audi desenvolve A7 movido a células de combustível

A revista britânica Autocar confirmou nesta quinta-feira (30) que a Audi desenvolve uma inédita versão do sedã-cupê A7 movida a célula de combustível. Até o momento pouco se sabe sobre a novidade, mas fontes lingadas à marca garantem que os testes com a nova tecnologia serão iniciados no final de agosto. Acredita-se que o modelo será uma extensão da linha ecológica e-tron. As células de combustível geram eletricidade a partir da reação eletroquímica de um combustível com o oxigênio. No caso dos automóveis, o combustível em questão é sempre hidrogênio e subproduto gerado é sempre água - a emissão de poluentes, portanto, é zero. A eletricidade produzida é então usada para alimentar baterias, que acionam diretamente o motor do carro.

Seja parte de algo grande