Recall: Ford chama quase meio milhão nos EUA e Canadá

A Ford emitiu três avisos de recall, abrangendo 465 mil veículos nos Estados Unidos e Canadá. O chamado atinge Ford Explorer, Taurus, Flex, Fusion e Police Interceptor, utilitários e sedãs, além dos modelos Lincoln MKS, MKT e MKZ ano modelo 2013. A marca anunciou o recall depois de receber mais de 600 reclamações envolvendo vazamentos de combustível. "Essa situação pode resultar na percepção de odor de combustível ou, em alguns casos, evidências de um vazamento no chão", disse o porta-voz da Ford Kelli Felker ao The Detroit News. "Embora um vazamento de combustível na presença de uma fonte de ignição possa resultar em um incêndio, não houve relatos de casos do tipo. Não temos conhecimento de quaisquer acidentes ou ferimentos atribuídos a essa condição". De acordo com a Ford, o isolamento do fio usado para o sistema de aquecimento é inadequado, o que poderia deixá-lo exposto, podendo causar um incêndio. Por fim, a Ford também está convocando um pequeno lote - apenas 23 unidades - do Fusion 2013 para um problema de direção. Os veículos abrangidos pelo recall podem ter deixado a fábrica com componentes do sistema de direção defeituosos, o que pode levar a redução ou a perda total do controle do veículo.
Recall: Ford chama quase meio milhão nos EUA e Canadá
No ano passado Ford foi forçada convocar e até mesmo interromper as vendas dos modelos equipados com o motor EcoBoost 1.6L sob risco de incêndio. A situação pode ficar ainda pior nas próximas semanas, já que os órgãos federais estão investigando 725 mil veículos da marca. Desde o inicio do ano, a Ford realizou o recall de 700 mil veículos.

Seja parte de algo grande