Flagra: VW realiza testes finais do Up! em bloco

Flagrar o Up! brasileiro em testes nas cercanias da fábrica da VW em São Bernardo do Campo (SP) já não é novidade faz tempo. Mas na manhã desta segunda-feira (16), a reportagem do CARPLACE se deparou com nada menos que seis unidades do subcompacto rodando juntas numa estrada próxima à rodovia Anchieta. A "frota" era composta de modelos nas cores branca e preta, com e sem calotas, todos na carroceria de quatro portas. Trata-se da primeira versão que chegará ao mercado, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2014. Depois de rodarem em comboio, os carros pararam junto ao acostamento e se formou uma junta de engenheiros e pilotos de teste em volta dos veículos.
Flagra: VW realiza testes finais do Up! em bloco
Os Up! flagrados já pertencem à primeira fornada produzida em Taubaté (SP). É possível notar, por exemplo, algumas modificações que o modelo brasileiro recebeu em relação à versão europeia, como a tampa traseira de aço (lá fora ela é totalmente de vidro) e as janelas traseiras convencionais que abrem para baixo (em oposição às janelas basculantes do Up! original). A principal mudança no projeto, porém, está no tamanho do carro. Fala-se nos corredores da fábrica que engenharia brasileira alongou em cerca de 20 cm o comprimento do compacto, contadas mudanças na distância entre-eixos e no balanço traseiro. O crescimento na carroceria se faz necessário porque por aqui o Up! será o único carro de muitas famílias, enquanto na Europa ele serve aos jovens ou como segundo carro da casa. No Brasil o hatch foi homologado para cinco ocupantes, com direito até ao terceiro encosto de cabeça no banco traseiro. As alterações no projeto incluíram o reposicionamento do tanque de combustível (tanto que a posição do bocal difere do modelo europeu) e rearranjo do banco traseiro. No fim, a capacidade do porta-malas deverá ser ampliada em cerca de 30 litros, chegando a totais 280 l.
Flagra: VW realiza testes finais do Up! em bloco
Em termos de componentes e materiais, o Up! brasileiro seguirá a cartilha de baixo custo, mesclando soluções trazidas do projeto original com algumas "novidades" introduzidas aqui. Os bancos dianteiros, por exemplo, serão inteiriços como no carro europeu (com apoio de cabeça unido ao encosto, para baratear a produção), enquanto as saídas de ar centrais serão emprestadas do Fox e as laterais virão do Gol. Outro item aproveitado do Gol será o sistema de som. Em um dos carros que flagramos numa outra oportunidade notava-se a presença de um aparelho de GPS com suporte integrado ao painel, item que deverá ser oferecido como opcional ou acessório.
Flagra: VW realiza testes finais do Up! em bloco
A maior atração mecânica do Up! já foi revelada pelo Fox Bluemotion: trata-se do novo motor 1.0 de três cilindros e 12 válvulas da família EA211, que rende 75/82 cv de potência e torque de 9,7/10,4 kgfm (gasolina e etanol, respetivamente). A julgar pela significativa melhora do Fox em desempenho e consumo na comparação com a versão 1.0 TEC de quatro cilindros, o Up! (mais leve) tem tudo para conseguir resultados animadores. Os pneus serão Goodyear GPS Duraplus de baixa resistência à rodagem, nas medidas 175/70 R14, os mesmos usados nas versões Bluemotion de outros VW. Alguns dos exemplares flagrados já usavam, inclusive, as calotas definitivas.
Flagra: VW realiza testes finais do Up! em bloco
O desenvolvimento do Up! duas portas também está a todo vapor: segundo fontes internas da VW, as janelas laterais traseiras serão maiores que no carro europeu, para ampliar a sensação de espaço – um pedido dos clientes entrevistados numa clínica de produto do carro. Com a missão de substituir o velho Gol G4 como carro de entrada da VW no Brasil, o Up! deverá ter preço inicial na faixa dos R$ 27 mil. Mas também existirão versões mais completas logo na estreia, seguidas do modelo aventureiro CrossUp! meses depois. Texto e fotos Daniel Messeder

Seja parte de algo grande