Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa

A Fiat acaba de apresentar a inédita carroceria de sete lugares do monovolume 500L. Carregando o sobrenome Living, o modelo começará a ser vendido em breve no mercado europeu, onde deve concorrer diretamente com rivais como Citroën C4 Picasso, Opel Zafira, Ford S-Max e Volkswagen Touran. Na América do Norte o lançamento da minivan foi descartado, sendo oferecida apenas a versão mais curta.
Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa
De acordo com a Fiat, o 500L Living acomoda sete ocupantes com bancos na configuração 5+2 e é cerca de 21 centímetros mais longo que o modelo de cinco lugares, totalizando 4,35 metros de comprimento. Considerando a utilização de apenas cinco assentos, o porta-malas acomoda 238 litros a mais que o 500L, chegando à capacidade de 638 litros. Não foram divulgadas os números levando em conta a o uso da última fileira.
Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa
Sob o capô, serão oferecidos os mesmo motores já presentes no 500L. As opções a gasolina incluem um bloco 1.4 de 95 cavalos e um 0.9 TwinAir Turbo de 105 cavalos, enquanto a gama a diesel será composta pelos propulsores 1.6 também de 105 cavalos e 1.3 MultiJet II de 85 cv - este último também com opção de câmbio automático.
Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa
A Fiat diz que oferecerá no mercado europeu duas opções de acabamento (versões Pop Star e Lounge), 19 cores para a carroceria (incluindo 11 combinações em dois tons), 6 configurações diferentes para o interior e 15 estilos diferentes para o desenho das rodas de liga leve e das calotas.
Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa
A produção do 500L Living, assim como a do 500L, será concentrada na fábrica de Kragujevac, na Sérvia. A Itália receberá o modelo já no próximo mês e os demais mercados europeus logo em seguida.

Seja parte de algo grande

Fiat Living é inédita opção de sete lugares do 500L para a Europa

Foto de: Dyogo Fagundes