Grupo VW planeja crescimento de 60% na China até 2018

A China é a “menina dos olhos” de toda a indústria automobilística mundial. Não há grandes montadoras que atualmente não disponham de planos ousados para conquistar espaço no gigantesco mercado asiático. O Grupo Volkswagen, por exemplo, planeja saltar das atuais 2,5 milhões de unidades vendidas para 4 milhões dentro de cinco anos, um avanço de 60%. Graças às alianças com as chinesas Shanghai e FAW o grupo alemão já detém a preferência dos consumidores chineses, mas quer aumentar ainda mais a vantagem, já que das 10 novas fábricas que serão abertas pela VW nos próximos anos, nada menos que sete serão em território chinês – a primeira delas, prevista para 2016, terá capacidade produtiva de 300 mil unidades anuais.
Grupo VW planeja crescimento de 60% na China até 2018
O cenário atual de recessão econômica no continente europeu faz com que a VW se apoie nos mercados chinês e norte-americano para manter a meta de se tornar a maior fabricante mundial de automóveis até 2018. Em 2012, as marcas do grupo (VW, Audi, Seat, Skoda e Porsche) contribuíram para as 9,07 milhões de unidades comercializadas globalmente (+11% em relação a 2011). Nos dois primeiros meses de 2013, a evolução chegou a 8,3% em relação a janeiro e fevereiro do ano passado, com aproximadamente 1,5 milhão de unidades.
Grupo VW planeja crescimento de 60% na China até 2018
Por Thiago Parísio / Fonte: ES Autoblog

Seja parte de algo grande

Grupo VW planeja crescimento de 60% na China até 2018

Foto de: Thiago Parísio