Salão de Buenos Aires: Citroën C4 Aircross cairia como uma luva no Brasil, mas...

Entro no estande da Citroën no Salão de Buenos Aires e, após conferir o C4 Lounge, olho para o lado e um SUV muito interessante me chama a atenção. Estou falando do C4 Aircross, um utilitário esportivo produzido sobre a mesma plataforma do Mitsubishi ASX.
Salão de Buenos Aires: Citroën C4 Aircross cairia como uma luva no Brasil, mas...
É um carro que cairia como uma luva no Brasil, diz um representante da marca ao ver meu interesse. Percebam que foi utilizado o verbo "cairia", e não "cairá". A explicação desta vez, até lamentada pela assessoria, não são os impostos, mas a falta de volume de produção para atender o Brasil.
Salão de Buenos Aires: Citroën C4 Aircross cairia como uma luva no Brasil, mas...
"O mercado argentino é menor, é mais fácil atender", completa. O modelo, produzido através de uma joint-venture com a Mitsubishi no Japão, chega na Argentina até o fim deste ano em versões 4x2 e 4x4, sempre com o motor 2.0 a gasolina que entrega 150 cv de potência e tem torque de 20,19 kgfm.
Salão de Buenos Aires: Citroën C4 Aircross cairia como uma luva no Brasil, mas...
O nível de segurança também é destaque, dispondo de itens como faróis xênon, freios ABS com EBD e assistência de frenagem de urgência (AFU), controles de estabilidade e de tração, airbags frontais, laterais, de cortina e para joelho do motorista além de fixação Isofix para cadeiras infantis. E, depois dessa descrição, reitero o que o representante da marca disse: é um modelo que realmente cairia como uma luva no Brasil. Pena que, enquanto for produzido no Japão, as chances são remotas dele aparecer por aqui.

Seja parte de algo grande

Salão de Buenos Aires: Citroën C4 Aircross cairia como uma luva no Brasil, mas...

Foto de: Fábio Trindade