Funcionários da GM na Coreia marcam greve para o dia 4 de julho

Funcionários da General Motors na Coreia do Sul anunciaram nesta quinta-feira (27) que entrarão em greve no próximo dia 4 de julho. De acordo com sindicados locais, a paralisação será parcial e é motivada por disputas sobre salários e planos de produção. Importante base industrial do grupo norte-americano, o país produz quatro de cada dez modelos da Chevrolet vendidos no mundo.
Funcionários da GM na Coreia marcam greve para o dia 4 de julho
Segundo a agência de notícias Reuters, o anúncio da transferência da produção da próximo Cruze para a Europa e do sucessor do Aveo/Sonic para a China teriam provocado boatos sobre uma provável reestruturação da planta sul-coreana. Os trabalhadores planejam paralisar as atividades das linhas de montagem por seis horas e recusar oferta de horas extras e trabalho durante os finais de semana.
Funcionários da GM na Coreia marcam greve para o dia 4 de julho
Os líderes dos sindicatos reclamam que, mesmo ciente da greve, a GM foi fria nas negociações e não ofereceu nenhuma proposta concreta. Os funcionários pleiteiam bônus equivalente a três meses de salário em um pagamento único de 6 milhões de won (R$ 11.600) e um aumento de 130.498 won (R$ 250,00) no salário-base.

Seja parte de algo grande