Anfavea: setembro de baixas vendas contrasta com investimento em novas fábricas

A venda de automóveis e comerciais leves em setembro registrou queda de 5,9% comparado ao mês de agosto, com um volume de 309.900 unidades e média diária de 14.800 carros. Com esse resultado, o ano de 2013 acumula queda de 0,3% em relação ao mesmo período de 2012, mas mesmo assim a Anfavea (associação que reúne as principais montadoras) mantém a projeção de crescimento de 1% a 2% no mercado total de 2013 até dezembro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (4), em coletiva à imprensa.
Anfavea: setembro de baixas vendas contrasta com investimento em novas fábricas
Em contraste com a redução de vendas, o mês passado teve nada menos que três anúncios de investimentos em novas fábricas ou ampliação de linhas de montagem, num montante que soma R$ 1,5 bilhão. Desses, R$ 500 milhões vieram da Audi, que vai produzir os modelos A3 Sedan e o SUV Q3 a partir de 2015 na unidade da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR). Outros cerca de R$ 500 milhões são da Mercedes-Benz, que anunciou a construção de uma nova planta em Iracemápolis (SP) para a produção do SUV GLA e da nova geração do Classe C a partir de 2016, com capacidade produtiva de 20 mil veículos/ano. Por fim, a VW confirmou mais R$ 520 milhões de investimento na fábrica de São José dos Pinhais (a mesma onde a Audi vai produzir), para produção do novo Golf, com início das operações em 2015 e aumento de 20% da capacidade produtiva da planta.
Anfavea: setembro de baixas vendas contrasta com investimento em novas fábricas
A próxima empresa que deve anunciar produção no Brasil é a Jaguar/Land Rover, que já está recrutando um gerente de produção em seu site para a nova unidade. Os modelo mais cotado para produção nacional é um inédito SUV compacto feito em parceria com a Chery, com preço abaixo do atual Freelander.

Seja parte de algo grande