Chefão da Fiat-Chrysler, Sergio Marchionne diz que se aposentará em 2018

Chefão da FCA Fiat-Chrysler e um dos executivos mais respeitados do mundo automotivo, Sergio Marchionne anunciou recentemente que não deve ficar por muito tempo na ativa. Em entrevista concedida durante o Salão de Paris, o CEO afirmou que planeja deixar o cargo e se aposentar definitivamente em algum momento de 2018. A expectativa do mandatário era encerrar as atividades antes, por volta de 2016, mas o prazo foi estendido para que os planos de reestruturação da Alfa Romeo sejam comandados de perto.
Chefão da Fiat-Chrysler, Sergio Marchionne diz que se aposentará em 2018
Sergio Marchionne entrou para a liderança da Fiat em junho de 2004, conseguindo triplicar as receitas e os lucros operacionais da fabricante italiana. Agora, após a fusão com Chrysler, o seu objetivo é alcançar um lucro de cinco bilhões de euros em 2018. "Não voltarei atrás na decisão. Acabou para mim. Vamos deixar isso para os jovens", disse. Por enquanto o executivo não confirma que nova atividade desempenhará, mas não esconde sua paixão por filosofia e física.

Seja parte de algo grande