Dodge volta atrás e paralisa produção do Viper pela segunda vez

A Dodge voltou atrás na decisão de reiniciar a produção do esportivo Viper e anunciou que as linhas de montagem da fábrica de Detroit foram paralisadas mais uma vez. Depois de passar dois meses improdutiva, a planta voltou às atividades no último dia 23 de junho e cessou as operações na segunda-feira (7). Agora, com o novo planejamento, a expectativa da marca é voltar a fabricar o cupê apenas no próximo dia 21. Cerca de 82 funcionários foram dispensados.
Dodge volta atrás e paralisa produção do Viper pela segunda vez
De fato, a marca não esconde que está tendo sérias dificuldades para emplacar o Viper no mercado norte-americano. Os planos iniciais previam a comercialização 2 mil unidades por ano, mas as expectativas não foram correspondidas - pouco mais de 400 exemplares foram vendidos de janeiro a junho. A imprensa norte-americana cita a ausência de um câmbio automático, o preço alto (a partir de US$ 102.485) e a concorrência ferrenha com a nova geração do Corvette como motivos para o fracasso do Viper.

Seja parte de algo grande

Dodge volta atrás e paralisa produção do Viper pela segunda vez

Foto de: Dyogo Fagundes