Toyota pagará multa de US$ 1,2 bilhão por negligência no caso dos aceleradores

Em discussão desde 2009, o emblemático caso de aceleração involuntária que afetou mais de 10 milhões de veículos da Toyota em todo o mundo finalmente chegou a um desfecho. Após quatro anos de investigação por parte do governo dos Estados Unidos e uma longa disputa nos tribunais, a gigante japonesa finalmente reconheceu que omitiu e negligenciou o problema. Como resultado, a empresa foi condenada a pagar uma multa de US$ 1,2 bilhão (algo em torno de R$ 2,8 bilhões) - considerada uma das mais altas da história.
Toyota pagará multa de US$ 1,2 bilhão por negligência no caso dos aceleradores
Publicamente, a Toyota confirmou estar de acordo com a decisão da justiça e com o pagamento do valor ao governo americano: "Cooperamos com o governo dos Estados Unidos neste problema durante quatro anos e fizemos mudanças fundamentais em nossa organização em prol do consumidor. E há muito o que ser feito ainda", disse o diretor jurídico da marca na América do Norte, Christopher Reynolds. A multa terá de ser paga até a próxima terça-feira, 25.

Seja parte de algo grande