Chineses cogitam fábrica da Lifan no Brasil se houver demanda

Lifan 530 2015 Em momento de plena expansão no mercado brasileiro, a chinesa Lifan revelou recentemente que não descarta a possibilidade de erguer uma fábrica em solo nacional em um futuro não muito distante. Diretor-presidente da empresa, Huang Zhen afirmou em entrevista concedida ao portal Automotive Business que a decisão depende apenas da resposta do mercado aos modelos da marca. "Assim que alcançarmos os resultados esperados, decidiremos sobre um fábrica local", disse.
Chineses cogitam fábrica da Lifan no Brasil se houver demanda
Para 2015, a Lifan espera vender algo em torno de 12 mil exemplares no Brasil. A previsão para os anos seguintes é fechar com algo entre 20 mil e 30 mil exemplares e, a partir daí, começar a decidir sobre viabilidade da fábrica no país. Além disso, a marca precisa avaliar a situação da planta uruguaia de Montevidéu, que poderá se tornar ociosa com a provável produção brasileira. Atualmente, a fabricante vende no país o crossover X60, a picape comercial Foison e o recém-lançado sedã LF 530.

Seja parte de algo grande