Multas por ultrapassagem e rodar no acostamento podem custar até R$ 2.000

Os motoristas "mais espertos" que fazem ultrapassagens pelo acostamento em caso de trânsito ou que realizam as manobras em pontos proibidos correrão o risco de ter que pagar multa de quase R$ 1.000, e isso, se for a primeira vez. O Departamento Nacional de Trânsito vai aumentar, a partir do dia 1° de novembro, os valores das multas para estes tipos de infração. Se você estiver com pressa, pense bem antes de fazer uma ultrapassagem proibida ou trafegar pelo acostamento. Além de colocar a sua vida e a de outras pessoas em risco, poderá levar uma multa de R$ 957,00 (até então a multa era de R$ 127,00). Se o motorista repetir a infração em menos de um ano, o valor dobra para interessantes R$ 1.914,00. Há também outra situação que o bolso do motorista apressado ficará bem mais pesado. No caso de ultrapassagem forçada, aquela em que o carro ultrapassado é obrigado a sair da pista para evitar um acidente, a multa será de quase R$ 2 mil, e como brinde, o motorista perderá o direito de dirigir por um ano.
Multas por ultrapassagem e rodar no acostamento podem custar até R$ 2.000
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, as ultrapassagens forçadas e as feitas em locais proibidos são as principais causas de colisões frontais e alto índice de mortes. Junto com os novos valores, a Polícia Rodoviária também irá intensificar a fiscalização, principalmente nas rodovias que dispõe de monitoramento por câmeras.

Seja parte de algo grande