Apressado: ladrão rouba novo Passat dentro da fábrica da Volkswagen

O novo Volkswagen Passat ainda nem começou a ser vendido e já está sendo roubado. Parece que os ladrões na Alemanha simplesmente não conseguiram esperar até novembro, quando o modelo começará a ser vendido em três versões de acabamento na Europa (Trendline, Comfortline e Highline) com preços a partir de 25.875 euros (algo em torno de R$ 78 mil). Como resultado, não um, mas dois exemplares do sedã foram roubados da fábrica Volkswagen de Emden, no país germânico. Um relatório vindo do Departamento de Polícia de Emden, citado pela imprensa local, mostra que a história toda começou no dia 3 de outubro, quando um assaltante pegou as chaves de um Passat e saiu dirigindo para fora da fábrica. O modelo preto foi encontrado abandonado na cidade três dias depois. O símbolo da VW havia sumido e existia sinal de acidente. Quanto ao segundo incidente, é mais recente, ocorreu em 14 de outubro, com um homem não identificado agindo de maneira semelhante. Dois seguranças tentaram prender o ladrão, mas sem sucesso. Os homens estavam desarmados e tudo o que puderam fazer foi sair da frente do Passat roubado, já que o ladrão estava acelerando e determinado. O ladrão estava tão desesperado para fugir da cena do crime que foi pego por um radar. Talvez ele tenha pensado que a ausência de placa seria irrelevante no caso do carro ser fotografado, mas a imagem forneceu à polícia o seu próprio rosto. Como o novo Passat ainda não está nas ruas, se um anúncio público for feito, não será tão difícil achar o carro roubado. As autoridades não divulgaram um novo relatório sobre o ocorrido, indicando que o homem já pode ter sido capturado.

Seja parte de algo grande