Carro a 149 km/h e pneus velhos são as causas do acidente que matou Paul Walker

Segundo o jornal LA Times, os investigadores do condado de Los Angeles chegaram à conclusão de que o acidente que matou o ator Paul Walker e seu amigo Roger Rodas no dia 30 de novembro de 2013 foi causado por conta de "velocidade inadequada para as condições da via".
Carro a 149 km/h e pneus velhos são as causas do acidente que matou Paul Walker
Com os dados recuperados do Porsche Carrera GT, os investigadores conseguiram calcular que o carro estava a 149 km/h (93 mph) em uma via onde o limite é de 72 km/h (45 mph). Além disso, também constataram que os pneus, com nove anos de uso, contribuíram para o acidente. O relatório conclui ainda que não houve falha mecânica.
Carro a 149 km/h e pneus velhos são as causas do acidente que matou Paul Walker
Assim, o relatório final acaba por fazer um alerta quanto ao tempo de uso de um pneu. O cuidado com o carro deve ir além da estética e manutenção básica. Neste caso específico, por ser um carro de uso limitado, os pneus demoram mais a se desgastar. No entanto, especialistas em pneus indicam que uma vez montado no aro, a vida útil de um pneu é de cinco anos em média, desde que não sofra cortes, avarias ou desgaste excessivo. Além disso, as condições do tempo (sol, umidade) e a atmosfera (oxigênio, ozônio, etc) também influenciam no composto químico dos pneus. Nos casos mais extremos, o pneu fica "cristalizado", ou seja, perde sua capacidade de aderência. Fotos: Paul Walker

Seja parte de algo grande