Opel derrapa nas vendas e confirma saída do mercado chinês em 2015

Opel derrapa nas vendas e confirma saída do mercado chinês em 2015
Apesar de começar a dar sinais de recuperação na Europa, a Opel não vai tão bem assim em mercados internacionais. Depois de anunciar o fim das operações em países importantes como Japão e, mais recentemente, Austrália, a fabricante alemã confirma que deixará de atuar na China a partir de 1º de janeiro de 2015. Conforme explicam os executivos da empresa, a forte concorrência com marcas do próprio grupo GM, como a Buick, e as vendas aquém do esperado foram os principais fatores que motivaram a decisão.
Opel derrapa nas vendas e confirma saída do mercado chinês em 2015
De acordo com dados divulgados pela marca, durante todo o ano de 2013 foram vendidos na China apenas 4.365 veículos. As operações se baseiam em 22 concessionárias (pouco para os padrões daquele mercado) e na oferta de cinco modelos: Meriva, Zafira, Astra GTC, Insignia e Antara. Todos são produzidos na Europa (com exceção do Antara, feito na Coreia do Sul) e desembarcam no país taxados pelos altíssimos impostos que recaem sobre veículos importados - o que acaba comprometendo o preço final.
Opel derrapa nas vendas e confirma saída do mercado chinês em 2015
Tal qual a China, as operações na África do Sul, apesar de não confirmadas pela marca, também não estão alcançando os efeitos esperados. Da empreitada da Opel em mercados de fora da Europa, apenas a atuação no Chile rendeu resultados efetivamente positivos.

Seja parte de algo grande

Opel derrapa nas vendas e confirma saída do mercado chinês em 2015

Foto de: Dyogo Fagundes