Com Chevrolet fora da Europa, GM prevê demissões em massa na Coreia do Sul

Com a saída da Chevrolet do mercado europeu confirmada para 2016, setores da General Motors já começam a se preocupar com as consequências que a medida vai gerar na Coreia do Sul. Um dos principais centros de desenvolvimento e grande pólo exportador do grupo, o país não terá mais para onde escoar boa parte de sua produção e deve amargar demissões em massa nos próximos anos, inclusive com o risco de fábricas serem fechadas.
Com Chevrolet fora da Europa, GM prevê demissões em massa na Coreia do Sul
Conforme apontam agências internacionais, a GM deve oferecer a partir do ano que vem um plano de aposentadoria voluntária para mais de 6 mil trabalhadores do país. Além da "perda" da Europa, pesam contra a GM Korea os altos custos operacionais e as constantes greves trabalhistas. A marca, inclusive, já anunciou que planeja reduzir a dependência do país, até mesmo transferindo a produção de alguns modelos para outros locais.

Seja parte de algo grande

Com Chevrolet fora da Europa, GM prevê demissões em massa na Coreia do Sul

Foto de: Dyogo Fagundes