Hyundai e Kia: divulgação de consumo "otimista" gera prejuízo de US$ 395 milhões

Hyundai e Kia anunciaram nesta semana que concordaram em desembolsar cerca de US$ 395 milhões (R$ 929 milhões) para ressarcir consumidores e encerrar processos judiciais nos Estados Unidos. A dupla sul-coreana enfrenta há quase dois anos diversas acusações por der divulgado médias de consumo muito "otimistas" para alguns de seus modelos. Ao todo, 900 mil veículos apresentaram dados de consumo não condizentes com os dados anunciados pelas marcas.
Hyundai e Kia: divulgação de consumo "otimista" gera prejuízo de US$ 395 milhões
Conforme explica a imprensa norte-americana, cerca de 53 consumidores adquiriram modelos das marcas e se sentiram prejudicados com as falsas classificações de consumo. As queixas evoluíram para um processo no Tribunal Federal de Los Angeles que acabou com a condenação da Hyundai e da Kia. A primeira terá de ressarcir 600 mil clientes com 353 dólares (R$ 830) para cada um, enquanto a segunda pagará 667 dólares (R$ 1.570) para cerca de 300 mil proprietários. O custo total será US$ 210 e 185 milhões, respectivamente.
Hyundai e Kia: divulgação de consumo "otimista" gera prejuízo de US$ 395 milhões
O dinheiro poderá ser reembolsado através de cartões de débito com opção do ressarcimento total ou gradativo - neste caso com o cliente recebendo a cada mês a diferença de custos com base no consumo real do carro e o divulgado pela fábrica.

Seja parte de algo grande