Ferrari 250 GTO anunciada por R$ 142,3 milhões é falsa, diz especialista

Ferrari 250 GTO anunciada por R$ 142,3 milhões é falsa, diz especialista
Na semana passada, uma das ofertas do site Mobile.de, uma espécie de e.bay de carros usados na Alemanha, chamou a atenção do mundo automotivo. Uma Ferrari GTO 1962, oferecida pelo valor inicial de mais de US$ 63 milhões, a colocaria como o carro mais caro do mundo. Mas um especialista em carros clássicos crava que o carro é uma réplica.
Ferrari 250 GTO anunciada por R$ 142,3 milhões é falsa, diz especialista
Até mesmo uma reportagem da Fox News destacou que o carro seria "um dos primeiros dos 39 250 GTOs que saíram da fábrica da Ferrari" em 1962. No entanto, Marcel Massini, historiador especialista em Ferrari, afirma que o carro é uma réplica. A informação, publicada pela CNBC, é confirmada com base em fotos e histórias detalhadas de cada um dos 39 250 reais GTOs que a Ferrari fez, detalhadas por Massini, que mostra inclusive onde eles estão estacionados. "É uma réplica", disse Massini. "Eu posso dizer com 100 por cento de certeza. Sei onde todos esses carros estão hoje. E isso não é um dos GTOs originais." Ele ainda acrescentou que o fato do carro de US$ 63 milhões ser oferecido em um site de carros usados é outro indício de que o carro é uma farsa. "As pessoas que compram e vendem estes carros são sofisticadas", disse ele. "Eles não vão comprá-lo ou listá-lo em um site como este." Mas se você é um comprador bilionário interessado em uma verdadeiro 250 GTO, a sua chance está chegando. No dia 14 de agosto, um leilão que será realizado em Pebble Beach, na California, terá um exemplar com preço inicial estimado em pouco mais de US$ 30 milhões (R$ 67,8 milhões). Fonte: CNBC

Seja parte de algo grande