Salão de Milão: Yamaha revela YZF-R1 2015

A espera pela nova superesportiva da Yamaha terminou, e agora é realidade a mais recente geração da R1. Com a Yamaha YZF-R1 2015, os japoneses esqueceram o pragmatismo e tiveram o claro objetivo de conseguir uma Yamaha M1 da MotoGP adaptada para as ruas. E a fabricante fez isso não só no design, com o novo conjunto óptico em destaque, mas pela eletrônica avançada com diversos benefícios que a colocam entre as mais poderosas no mercado de superbikes. Na concepção estética, destaca-se a frente, onde existem quatro pequenos faróis, deixando a moto com aspecto mais limpo e visual daqueles protótipos de corrida. O resto do desenho da carenagem mostra um pouco do novo tipo de motor "crossplane" com tanque, de 17 litros, assento e rabeta recortados de forma muito atraente. É claro que a nova R1 não é indiferente à vista, e o novo display de LCD é outro ponto forte da moto. Seu motor de quatro cilindros e 998 cc produz 200 cv de potência a 13.500 rpm e entrega um torque de 11,46 kgfm a 11.500 rpm. Com peso em ordem de marcha de 199 kg, temos a impressionante relação peso/potência de 1 kg por cv. A redução na balança foi alcançada, entre outras coisas, com uso de tanque em alumínio, rodas de magnésio e chassis tipo Deltabox de alumínio.
Salão de Milão: Yamaha revela YZF-R1 2015
A eletrônica de série da nova Yamaha YZF-R1 merece um capítulo à parte, já que, como a nova Panigale, ela introduz o sistema IMU que monitora via sensores a força G e permite a análise de dados 3D, por exemplo. Isso leva à existência de um controle de largada, anti-wheelie, controle de tração e sistema de unificado de freio com ABS de competição. O chassi se completa com o garfo Kayaba de 43 milímetros e freios a disco, duplo de 320 mm na dianteira e simples de 220 mm na roda traseira. A nova R1 promete boa briga com as renovadas Ducati Panigale e BMW S1000 RR. Isso sem falar que existe ainda a versão YZF-R1M, exclusiva para as pistas. https://www.youtube.com/watch?v=ZWod24WB3VE  

Veja as fotos da nova Yamaha R1:

Seja parte de algo grande