Holden planeja ser líder na Austrália em 2020 mesmo sem produção local

Apesar de já ter anunciado que irá deixar de produzir carros na Austrália a partir de 2017, a Holden segue com planos ambiciosos para o país. Em entrevista concedida recentemente à imprensa local, Gerry Dorizas, recém-empossado presidente e diretor-gerente da empresa, disse que apesar das adversidades a expectativa é tornar a Holden líder do mercado australiano até 2020. O executivo reconhece que a tarefa não será fácil, principalmente por conta do fechamento das fábricas, mas diz que toda a equipe está empenhada.
Holden planeja ser líder na Austrália em 2020 mesmo sem produção local
"Queremos estar no topo. Enfrentaremos dificuldades, mas queremos liderar", afirma Dorizas. Uma das maiores e mais famosas empresas da Austrália, a Holden é dona de uma incrível história no mercado automotivo da Oceania. Apesar das dificuldades enfrentadas hoje, a marca foi líder de vendas em seu país durante anos e dominava com folga 25% do mercado. Atualmente a Toyota é quem dá as cartas por lá, controlando aproximadamente 19% das vendas - a Holden vem em segundo, com 9,9%.
Holden planeja ser líder na Austrália em 2020 mesmo sem produção local
Traçada a estratégia, a Holden só não confirma de onde seus modelos serão importados. Especulações apontam para a China ou Estados Unidos, mas há quem aposta forte na Coreia do Sul.

Seja parte de algo grande