Arábia Saudita criminaliza drifting em vias públicas; prática rende multa e até prisão

O governo da Arábia Saudita está anunciando nesta semana a criação de leis mais rígidas para combater um hábito relativamente comum e perigosamente crescente entre os motoristas do país: a prática de drifiting em vias públicas. De acordo com a imprensa local, há uma grande preocupação por conta do aumento do número de acidentes e da falta de segurança no trânsito de um modo geral. A nova legislação, já em vigor, prevê apreensão do veículo, pagamento de multa e até prisão para o condutor imprudente. Segundo o governo saudita, os motoristas que forem pegos na ilegalidade pela primeira vez terão seus carros apreendidos e pagarão multa equivalente a R$ 6.300. Em caso de reincidência, o condutor terá o veículo detido por três meses, pagará o dobro da multa e poderá ficar preso por um período de 6 a 12 meses. No caso de uma terceira vez, o motorista pagará multa equivalente a R$ 25.400, terá o carro apreendido por até cinco anos e ainda poderá ficar preso por um período superior a um ano. Um detalhe curioso é que não só os motoristas estão sujeitos às punições. Conforme explica o governo, cidadãos que forem pegos no banco do passageiro e até espectadores que estejam do lado de fora gravando as manobras serão considerados cúmplices e terão de pagar multa de aproximadamente R$ 3.600, além de ter o carro apreendido por no mínimo 15 dias.

Assista ao vídeo:

Seja parte de algo grande