Sucessor do Renault Clio terá motor 0.8 e plataforma modular

Ainda cercado de mistérios, o inédito hatchback compacto que a Renault desenvolve para o segmento de entrada vai aos poucos tendo detalhes revelados. Com desenvolvimento concentrado em grande parte na Índia, o modelo chegará ao mercado entre 2015 e 2016 com a missão de suceder o velho Clio. O projeto é tocado pelas filiais emergentes da marca em colaboração com a Dacia e até mesmo a divisão de baixo custo da Nissan, a Datsun – tudo, claro, sob a supervisão da matriz francesa.
Sucessor do Renault Clio terá motor 0.8 e plataforma modular
Mecanicamente, sabe-se que o compacto será construído sobre a plataforma modular CMF (Common Module Family) e terá sob o capô motores de baixa cilindrada com máxima eficiência energética. O destaque fica por conta do pequeno bloco 0.8 de três cilindros a gasolina conhecido pelo codinome BR-8. De pretensões globais, o modelo será produzido primeiramente na Índia, mas com enormes chances de chegar ao Brasil. O objetivo da Renault é atingir principalmente clientes que estão adquirindo o primeiro carro.
Sucessor do Renault Clio terá motor 0.8 e plataforma modular
Flagra do modelo em testes por Vikatan O conceito Redi-Go, da Datsun, é tido por algumas fontes como a base do projeto.

Seja parte de algo grande