Fiat quase matou motor 6.2 V8 Supercharged dos Dodge Hellcat

Principal destaque das versões Hellcat dos modelos Challenger e Charger, da Dodge, o motor 6.2 V8 Supercharged quase foi morto pela FCA Fiat-Chrysler. Conforme explica a agência de notícias Automotive News, a empresa tentou deter o desenvolvimento do propulsor no início de 2011 e o projeto ficou sem andamento por certo tempo. A equipe de engenharia foi remanejada para outras áreas e apenas quatro meses depois os trabalhos foram retomados, em grande parte graças ao empenho de alguns executivos.

Fiat quase matou motor 6.2 V8 Supercharged dos Dodge Hellcat

Parte da classe executiva que defendia o projeto apostava alto no sucesso comercial dos modelos e, com base nos últimos balanços de vendas, acertou em cheio no projeto. O Challanger Hellcat, por exemplo, já recebeu mais de 5 mil encomendas desde que chegou às lojas, enquanto o Charger vem conquistando novos consumidores com o título de sedã mais potente, rápido e poderoso já produzido em série.

Fiat quase matou motor 6.2 V8 Supercharged dos Dodge Hellcat

Ao todo, o gigantesco motor desenvolve 707 cv de potência e brutais 89,8 kgfm de torque. Toda a força é despejada nas rodas traseiras e pode ser regida por meio de uma transmissão automática de oito marchas ou manual de seis velocidades.

Seja parte de algo grande