Citroën importará linha DS diretamente da China a partir do fim do ano

A diretoria da PSA Peugeot Citroën do Brasil traçou uma nova estratégia mercadológica para a divisão de luxo DS no país. Conforme aponta o jornalista Fernando Calmon, a gama premium da empresa deixará de ser importada da França até o fim deste ano e passará a vir diretamente da China. A marca não confirma abertamente, mas a decisão estaria diretamente ligada aos custos mais baixos de produção na Ásia e consequente competitividade no preço final dos modelos.
Citroën importará linha DS diretamente da China a partir do fim do ano
Além do reduzido custo chinês de fabricação, contribuiu fortemente para a decisão da PSA o fator cambial. Mesmo com alíquotas altas de importação, é financeiramente mais rentável trabalhar com o yuan do que com o euro. Dessa forma, os modelos DS3, DS4 e DS5 chegarão ao mercado com preços mais convidativos a cacife suficiente para ampliar o número de vendas. Fala-se ainda no lançamento de um motor 1.8 turbo de 200 cv, em substituição ao atual 1.6 turbo de 165 cv.
Citroën importará linha DS diretamente da China a partir do fim do ano
Todas as novidades serão apresentadas no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Seja parte de algo grande