Peugeot e Citroën têm interesse em voltar aos EUA, diz chefão da PSA

Ausentes dos Estados Unidos há cerca de 25 anos, as francesas Peugeot e Citroën ensaiam voltar a atuar no país num futuro não muito distante. Em entrevista concedida nesta semana ao portal Edmunds, Carlos Tavares, CEO da PSA, revelou que o retorno à América do Norte é uma possibilidade que está sendo estudada e que pode virar realidade dentro de aproximadamente três ou quatro anos. "Estamos analisando que passos devemos tomar", disse.
Peugeot e Citroën têm interesse em voltar aos EUA, diz chefão da PSA
Tavares afirmou ainda que o retorno à Terra do Tio Sam pode ser bastante benéfico para a PSA, mas que só pode ser concretizado se a empresa conseguir ter sucesso com seu programa de revitalização. Segundo o executivo, a marca precisa voltar a ter lucratividade, reduzir os custos de produção, enxugar o portfólio mantendo em linha apenas modelos de sucesso e, principalmente, consolidar a divisão de luxo DS. A partir do êxito desse plano é que uma decisão efetiva poderá ser tomada.

Seja parte de algo grande