Mujica rejeita oferta milionária e diz que Fusca não está à venda

Abordado por ofertas milionárias de ricaços árabes, José Mujica, presidente do Uruguai, declarou publicamente nesta semana que seu Fusca 1987 de cor azul definitivamente não esta à venda. Dizendo "não" aos cerca de R$ 2,6 milhões oferecidos por um xeique, o líder uruguaio disse que seu carro jamais deixará sua garagem e que se assim o fizesse ofenderia tremendamente o grupo de amigos que o presenteou. "Nunca poderíamos vendê-lo, pois ofenderíamos a esse punhado de amigos que se juntou para nos dar esse presente", afirmou.
Mujica rejeita oferta milionária e diz que Fusca não está à venda
O presidente disse ainda que enquanto ele e sua mulher (a senadora Lucía Topolansky) estiverem vivos seu Fusca seguirá vivo rodando pelo país ou estacionado na garagem do modesto sítio que mantém nos arredores de Montevidéu. Segundo a declaração de bens divulgada pela assessoria do político, o clássico modelo está avaliado em pouco mais de 70 mil pesos (algo em torno de R$ 7 mil numa conversão direta).
Mujica rejeita oferta milionária e diz que Fusca não está à venda
Esta, vale lembrar, não é a primeira vez que Mujica recebe uma oferta pelo carro. Durante uma reunião com diplomatas em Montevidéu neste ano, Felipe Enríquez, embaixador do México, ofereceu dez caminhonetes com tração 4×4 em troca do Volkswagen.

Seja parte de algo grande