Rússia pode barrar importação de veículos produzidos na Europa e nos EUA

Depois de afetar setores importantes da economia como alimentos e energia, a crise diplomática envolvendo a Rússia contra a União Europeia e os Estados Unidos deve atingir também o mercado de automóveis. Conforme relatam as agências de notícias, que citam como fonte o jornal russo Vedomosti, o presidente Putin planeja impor sanções para bloquear a entrada no país de veículos produzidos em solo europeu ou norte-americano. Carros fabricados na própria Rússia, independentemente da origem da marca, não serão afetados.
Rússia pode barrar importação de veículos produzidos na Europa e nos EUA
Até o momento a medida não foi consolidada, mas preocupa consideravelmente as montadoras estrangeiras. Do total de vendas do mercado russo de automóveis (que soma anualmente quase 3 milhões de unidades), 27% correspondem a modelos importados. Diretamente, a decisão poderá afetar marcas como Volvo, Chrysler, Alfa Romeo, Seat e Mercedes, que não possuem qualquer atividade fabril no país e ficam proibidas de vender importados. Por outro lado, fabricantes asiáticas, por não estarem incluídas nas sanções, tendem a sair beneficiadas.

Seja parte de algo grande

Rússia pode barrar importação de veículos produzidos na Europa e nos EUA

Foto de: Dyogo Fagundes