Honda HR-V chega à Tailândia com motor 1.8 e antecipa versão brasileira

A Honda realiza nesta semana na Tailândia o lançamento do crossover compacto HR-V. Responsável por fortalecer a imagem da marca no segmento e emplacar algo em torno de 20 mil unidades ao ano, o modelo desembarca no país em três versões de acabamento e sempre equipado com motor 1.8. Os preços variam entre 890 mil baht e 1,045 milhão de baht (aproximadamente de R$ 70.800 a R$ 82.790).
Honda HR-V chega à Tailândia com motor 1.8 e antecipa versão brasileira
Conforme adianta a imprensa tailandesa, a Honda optou por encaixar o HR-V um degrau acima de rivais como Ford EcoSport e Nissan Juke. Posicionamento semelhante deve ser adotado no Brasil, onde até mesmo os preços prometem não se distanciar dos valores praticados no país asiático. Há semelhanças também na motorização, onde o propulsor 1.8 de 141 cv é adaptado para consumir gasolina e etanol.
Honda HR-V chega à Tailândia com motor 1.8 e antecipa versão brasileira
De série, o modelo traz itens como freios ABS com EBD, controle de estabilidade, sistema de assistência em subidas, freio de estacionamento elétrico e airbag duplo, entre outros itens. As versões mais caras acrescentam airbags laterais, teto solar, sistema de entretenimento, câmera de ré e rodas de liga leve diamantadas. Ao todo, o HR-V é oferecido em cinco opções de cores.

HR-V no Brasil

O lançamento do HR-V no Brasil está programado para março, conforme antecipado pela própria Honda durante o Salão do Automóvel. O modelo será produzido inicialmente na fábrica de Sumaré, no interior de São Paulo, mas também terá uma linha de montagem na Argentina. Por aqui, terá o motor 1.8 FlexOne do Civic e câmbio manual de seis marchas ou automático CVT, sempre com tração dianteira. O preço oscilará entre R$ 70 mil e R$ 85 mil.

Seja parte de algo grande