Land Rover vai questionar autoridades sobre plágio no caso do Landwind X7

A Land Rover está decidida a levar adiante o caso de plágio do crossover X7, polêmico lançamento da Landwind apresentado recentemente na China. Considerado uma cópia quase perfeita do Range Rover Evoque, o modelo estreou nesta semana durante o Salão de Guangzhou e está programado para começar a ser vendido no país em março. Até lá, porém, fabricante britânica promete acionar as autoridades locais quanto à questão de violação da propriedade intelectual e barrar a comercialização do clone.
Land Rover vai questionar autoridades sobre plágio no caso do Landwind X7
O caso chama atenção ainda pelo fato de o Evoque original ter começado a ser produzido em solo chinês há pouco menos de um mês. O temor da Land Rover é que o X7 acabe comprometendo a imagem do crossover britânico no país e influenciando negativamente os consumidores. Em termos de valores, a cópia será vendida a preços menores que o modelo genuíno. Enquanto o Evoque sai por 400 mil yuan (pouco mais de R$ 160 mil), o X7 custa apenas 120 mil yuan (pouco menos de R$ 50 mil).
Land Rover vai questionar autoridades sobre plágio no caso do Landwind X7
Sob o capô, o motor do X7 é um 2.0 turbo a gasolina de origem Mitsubishi. A potência fica na casa dos 190 cv, com torque de 25,5 kgfm. O câmbio será manual de seis marchas ou automático de oito velocidades. Fotos: PCauto.com.cn

Seja parte de algo grande