Rio também será produzido na nova fábrica da Kia no México

A fábrica de automóveis bilionária que a Kia planeja inaugurar no México em 2016 também será responsável pela produção de modelos de porte compacto. Fruto de um investimento de aproximadamente 1 bilhão de dólares (algo em torno de R$ 2,25 bilhões na cotação atual) a unidade será responsável pela produção do Cerato (conhecido na América do Norte como Forte) e do compacto Rio, que até então não havia sido citado. O Sportage também sairá das mesmas linhas de montagem, mas em uma segunda etapa.
Rio também será produzido na nova fábrica da Kia no México
A planta, com inauguração prevista para 2016, produzirá anualmente 300 mil unidades e terá a missão de abastecer todo o continente americano - Estados Unidos e Mercosul especialmente. A cidade de Monterrey, capital do estado de Nuevo León, no nordeste do país, foi escolhida para sediar o complexo. Atualmente, as operações fabris da Kia na América se concentram nos EUA (onde são produzidos os modelos Optima e Sorento) e no Uruguai (onde o caminhão Bongo é montado em regime de CKD).
Rio também será produzido na nova fábrica da Kia no México

Reflexos do Brasil

A escolha da Kia pelo México, além da proximidade com os EUA, foi favorecida pelo fato de o país manter acordos de livre comércio com nações de praticamente todos os continentes. O Brasil está entre os países parceiros e deve receber, inclusive, os modelos mexicanos, porém sem alterações nos preços. Como a montadora sul-coreana não mantém atividades fabris por aqui, os altíssimos impostos de importação não deixarão de ser cobrados.

Seja parte de algo grande