Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros

Chefão do grupo FCA, Sergio Marchionne revelou nesta terça-feira (6), em coletiva de imprensa, detalhes sobre os planos da empresa para os próximos quatro e cinco anos. De forma especial, o executivo explanou as estratégias de mercado traçadas para a marca Jeep, considerada uma das grandes apostas do conglomerado, e adiantou boa parte do que podemos esperar de novidades até 2018. Entre as principais metas, está o objetivo de dobrar as vendas e ter uma gama de veículos completamente atualizada.
Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros
O processo de revitalização da Jeep pelas mãos de Marchionne começou de fato com o lançamento da nova geração do Cherokee. Tremendamente criticado pelo design incomum e polêmico da dianteira, o modelo apostou alto em tecnologia (motores modernos e câmbio de nove marchas) e se revelou um verdadeiro sucesso de vendas nos Estados Unidos. A receita foi aprovada pelo mercado e pela marca e usada recentemente no Renegade, que será produzido no Brasil a partir do primeiro semestre de 2015.
Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros
Traçada a "caracterização geral" dos veículos da marca (leia-se design diferenciado e muita tecnologia embarcada), a meta agora é renovar a gama por completo e apostar alto em novos mercados. Nesse sentidos, os atuais e velhos Compass e Patriot não terão vez nos novos rumos da empresa. Segundo Marchionne, ambos serão substituídos por um crossover global em 2016 chamado internamente de "C SUV". Detalhes ainda são pouco conhecidos, mas sabe-se que a expectativa da Jeep é posicioná-lo entre o Renegade e o Cherokee. Além disso, é ele que dividirá a linha de montagem em Goiana (PE) com o Renegade.
Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros
Ainda em 2016, o Cherokee, cujo lançamento data de 2013, passará por sua primeira reestilização. Mudanças profundas não são esperadas, já que o objetivo é apenas renovar o modelo para as comemorações de 75 anos da marca. Em 2017, o Renegade receberá um leve facelift e chegará ao mercado a nova geração do Wangler, que promete ser mais leve e eficiente que o modelo atual. O Grand Cherokee também ganhará uma nova encarnação em 2017, mas antes disso receberá novidades no final de 2015. Por fim, em 2018, é aguardado o lançamento do novíssimo Grand Wagoneer, que cumprirá o papel de veículo topo de gama.
Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros
Com a gama completamente renovada, a expectativa da Jeep é mais que dobrar as vendas e alcançar uma produção anual na casa dos 1,9 milhão de veículos. A efeito de comparação, durante 2013 a marca emplacou 732 mil unidades. Para tanto, serão investidas pesadas quantias em divulgação e chegada a novos mercados, em especial da região Ásia-Pacífico. O aumento da produção será acompanhado ainda da abertura de 1.300 novas concessionárias em todo o mundo.

Seja parte de algo grande

Planos de crescimento da Jeep incluem Renegade e "C-SUV" brasileiros

Foto de: Dyogo Fagundes