Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce

A linha MINI 2015 não deu chances aos adversários entre os hatches Premium de entrada em novembro. Com 172 emplacamentos, as versões Cooper e JCW conquistaram 50% de participação de mercado graças a um crescimento de quase 26% em relação ao mesmo período de 2013.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
Vice-líder, o VW Fusca emplacou 105 unidades e também registrou número melhor do que há um ano (+2%), mesma situação do Audi A1 (37, +2,8%), terceiro colocado.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
Em compasso de espera para a possível chegada da nova geração ao Brasil, o Smart Fortwo (16) dobrou as vendas de 2013 e manteve a quarta posição do mês passado. Citroën DS3 (6), Hyundai Veloster (4) e Toyota Prius (4), todos com quedas superiores a 45%, completaram o ranking.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
Na faixa superior, o líder Mercedes Classe A (182), em queda de quase 9% no período, viu a aproximação do BMW Série 1 (148) graças a um avanço de 64,4% do rival de Munique. Terceiro, o Audi A3 (94), ofuscado pela versão sedã, recuou mais de 36%.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
O destaque negativo foi o Citroën DS4: com apenas 7 unidades, 29 atrás do Volvo V40 (36), o francês registrou seu pior desempenho desde a chegada ao país no início do ano passado.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
A classe I respondeu por 344 emplacamentos, 47% a menos do que em 2013 e quase 18% abaixo das 419 unidades de outubro. Em situação parecida, a classe II emplacou 467 unidades, 11,2% abaixo do ano anterior e pouco mais de 5% abaixo das 492 unidades do mês passado.
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce
Fonte: Fenabrave

Seja parte de algo grande

Hatches premium: MINI domina entre compactos; Série 1 é o que mais cresce

Foto de: Thiago Parísio