GM prevê China e EUA crescendo e América do Sul estagnada em 2015

Chevrolet Cruze 2015 Falando durante coletiva realizada no Salão de Detroit, a General Motors adiantou detalhes sobre as expectativas de lucro e previsões comerciais que espera para o ano de 2015. CEO do grupo, a executiva Marry Barra se mostrou otimista com a maioria dos mercados, mas falou com cautela em relação a outros. Segundo a mandatária, o lucro operacional da empresa deve crescer consideravelmente neste ano, puxado pelas altas previstas para a China e os Estados, seus dois maiores mercados. Questionada sobre a América do Sul, no entanto, Barra não foi tão positiva: "acredito que ficará estagnada e apenas manterá o cenário de estabilidade".
GM prevê China e EUA crescendo e América do Sul estagnada em 2015
Buick Excelle GT, um dos carros mais vendidos da GM na China Em relação aos resultados de 2014, a executiva afirmou que os lucros da empresa só não foram maiores por conta do escândalo dos recalls que afetou mais de 2,6 milhões de veículos em todo o mundo. A lição, porém, foi aprendida e a expectativa para 2015 é de um ano mais tranquilo nesse sentido. Agora, a meta é investir algo em torno de US$ 9 bilhões e crescer consideravelmente em praticamente todas as regiões onde a marca atua. Segundo Barra, do total de veículos lançados neste ano no mercado 25% serão oriundos de projetos novos, percentual que deve subir para 50% em 2019.

Seja parte de algo grande