Volkswagen monta primeira carroceria do novo Golf no Brasil

Completando 16 anos de atividade neste ano, a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, PR, já montou a primeira carroceria do novo Golf. O anúncio foi feito recentemente pela marca, que investiu R$ 520 milhões para produzir o hatch na unidade paranaense. A Volkswagen destaca ainda o conceito Modular (MQB), que proporciona mais flexibilidade ao processo produtivo. A fabricação também está inserida no conceito global "Think Blue. Factory.", que estabelece a meta para que todas as fábricas da Volkswagen em todo o mundo melhorem em 25% seus indicadores ambientais de consumo de água e energia, de emissão de gás carbônico e de geração de resíduos e solventes até 2018, em relação a 2010.
Volkswagen monta primeira carroceria do novo Golf no Brasil
VW Golf produzido no México O processo de Armação da carroceria do Novo Golf vai gerar economia de aproximadamente 30% no consumo de energia elétrica que os equipamentos convencionais, por meio do uso de nova geração de robôs e de pinças de média-frequência. "Queremos, cada vez mais, ser referência em qualidade, inovação e sustentabilidade na produção de veículos”, afirmou o diretor da fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, Volker Germann. O novo Golf feito Brasil terá o mesmo motor 1.4 Tsi do modelo importado do México. Todavia, é aguardada uma versão de entrada equipada com o propulsor EA211 1.6 16V, que equipa outros modelos da marca e já é oferecido na Argentina.
Volkswagen monta primeira carroceria do novo Golf no Brasil
Atualmente a unidade de São José dos Pinhais emprega mais de 3.000 pessoas, produzindo os modelos Fox, Fox BlueMotion, CrossFox e SpaceFox. Em breve, serão montados na mesma fábrica o Audi A3 Sedan (segundo semestre de 2015) e o SUV Q3 (em 2016).

Seja parte de algo grande