VW considera picape para os EUA, mas diz que Amarok é muito pequena

Chefão da Volkswagen nos Estados Unidos, Michael Horn revelou nesta semana que a classe executiva da empresa no país está mesmo decidida a entrar no segmento de picapes. A previsão inicial, especulada desde o fim do ano passado, era firmar um acordo comercial com o governo local e lançar naquele mercado a Amarok. Agora, porém, os planos são outros. De acordo com o executivo, a Amarok é pequena demais para os padrões americanos e o que está sendo avaliado é o desenvolvimento de um modelo maior.
VW considera picape para os EUA, mas diz que Amarok é muito pequena
"A Amarok é muito pequena para os Estados Unidos", disse Horn. "Achamos que ela não se encaixaria bem no mercado", completou. Apesar do descarte, o executivo confessou que analisará atentamente o desempenho comercial das recém-lançadas Chevrolet Silverado e GMC Canyon para tomar uma decisão final sobre a Amarok. O desejo real da cúpula americana, apontam especulações, é lançar uma picape maior. "Estamos montando uma estratégia para o segmento de caminhonetes", revelou Heinz-Jakob Neusser, membro do conselho de desenvolvimento e pesquisa.

Seja parte de algo grande