Ford diz que próxima geração do Fiesta será referência em aerodinâmica

Com lançamento no mercado europeu já confirmado para 2017, a nova geração do Ford Fiesta é o mais novo alvo de especulações da imprensa internacional. Com desenvolvimento concentrado na Alemanha e tocado a sete chaves, a sétima encarnação do compacto teve detalhes divulgados nesta semana por Nima Nourian, executivo do departamento de design da marca. Entre outras atribuições, o porta-voz adiantou que a nova linhagem do modelo será referência em comportamento aerodinâmico.
Ford diz que próxima geração do Fiesta será referência em aerodinâmica
De acordo com Nourian, as linhas gerais do modelo estão sendo concebidas para que o coeficiente aerodinâmico seja reduzido ao máximo nível possível. O executivo exemplifica que só na última reestilização mais de 150 horas foras gastas nos túneis de vento e que o arrasto do modelo caiu aproximadamente 3%. "Para a próxima geração espere muito mais horas. Definitivamente será um carro muito aerodinâmico", disse.
Ford diz que próxima geração do Fiesta será referência em aerodinâmica
O executivo diz ainda que a fluidez das linhas do carro devem andar em sintonia com as melhorias mecânicas para que a máxima eficiência energética seja alcançada. "Ao passo que os engenheiros trabalham duro no aprimoramento da filosofia downsizing para deixar os motores mais econômicos, os designers criam linhas mais aerodinâmicas para otimizar o arrasto do veículo. Essa combinação é preciosa", avalia.
Ford diz que próxima geração do Fiesta será referência em aerodinâmica
A nova geração do Fiesta tem previsão de chegada ao mercado para 2017. Inicialmente o lançamento acontecerá na Europa, que receberá o modelo produzido unicamente em Colônia, na Alemanha. Posteriormente, fábricas de China, Brasil, Índia e México receberão o modelo.

Seja parte de algo grande

Ford diz que próxima geração do Fiesta será referência em aerodinâmica

Foto de: Dyogo Fagundes