VW concede férias coletivas e paralisa produção de Gol e Saveiro

A Volkswagen concedeu férias coletivas para praticamente todo o quadro de funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, e paralisou temporariamente a produção na unidade. De acordo com o sindicato local dos metalúrgicos, cerca de 8 mil trabalhadores estão afastados e devem voltar a seus postos apenas no próximo dia 14. Até lá, a montagem dos modelos Gol e Saveiro será interrompida como forma de adequar o ritmo de fabricação à demanda do mercado.
VW concede férias coletivas e paralisa produção de Gol e Saveiro
A medida, cada vez mais usada pela montadoras instaladas no país, foi tomada em acordo com representantes dos metalúrgicos, informa a entidade. Atualmente, a Volkswagen é a fabricante com o maior número de funcionários afastados. Além dos 8 mil colaboradores de São Bernardo do Campo, cerca de 370 estão em regime de layoff na fábrica de Taubaté e mais 570 estão com contratos temporariamente suspensos na planta de São José dos Pinhais, no Paraná.

Seja parte de algo grande