"Mr. Bean" coloca sua McLaren F1 à venda após 17 anos

Talvez você não saiba, mas o ator Rowan Atkinson, que deu vida ao famoso personagem cômico "Mr. Bean", é um enorme entusiasta de carros. É por isso que ele nunca pensou em sua McLaren F1 como um investimento, mas sim como um brinquedo para aqueles que são apaixonados por carros rápidos e espetaculares. Ironicamente, depois de 17 anos e aproximadamente 66 mil quilômetros percorridos, o carro se tornou um baita investimento. Na verdade, este carro poderia até mesmo ser vendido por algum valor de oito dígitos - o que não é uma maneira ruim de se despedir depois de trazer tanta emoção (e dois acidentes infelizes). "Mr. Bean" é apaixonado por carros em geral, e não apenas pela McLaren. Ele também já foi dono de Aston Martins, Rolls-Royces e uma Ferrari, entre outros. Em entrevista com o jornal britânico The Telegraph, Atkinson falou sobre por que ele escolheu manter a McLaren F1 por mais tempo que qualquer outro carro que ele já possuiu.
"Mr. Bean" coloca sua McLaren F1 à venda após 17 anos
"O que eu mais gostei sobre ele quando o dirigi pela primeira vez foi notar o quão adorável foi pilotá-lo devagar. É claro que eu fui para a pista e acelerei na faixa dos 320 km/h, mas para mim sempre foi a visão de seu criador Gordon Murray que fez o modelo F1 único", disse ele. É uma filosofia que a McLaren ainda usa até hoje, com a 12C e depois o 650S, sendo alguns dos mais fáceis supercarros de conviver. Até o P1 é excepcionalmente dócil em baixas velocidades. O supercarro conta com um motor V12 6,1 litros, de 627 cavalos de potência, que faz de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos. Em 1998, o McLaren F1 estabeleceu o recorde de carro de produção mais rápido do mundo após bater a velocidade de 391 km/h.

Seja parte de algo grande