Para crescer, GM inaugura novo centro de abastecimento em São Caetano do Sul

Para crescer, GM inaugura novo centro de abastecimento em São Caetano do Sul
Celebrando seus 90 anos de Brasil e preparando terreno para a produção de novos modelos, a General Motors inaugurou na última segunda-feira (26/01) o MASC, sigla em inglês para seu novo Centro Logístico de Recebimento e Sequenciamento de Materiais Produtivos. Centro tem tamanho de 4 campos de futebol e prédio de 5 andares Localizado dentro do complexo industrial de São Caetano do Sul, o novo prédio tem área de 30.000 m² e cerca de 11 metros de altura, o que equivale a quatro campos de futebol e um prédio de cinco andares, respectivamente. Além das novas instalações, o método de gerenciamento é completamente novo e estabelece novos padrões para a indústria automobilística. Inclusive, este novo padrão passa a ser referência para outras unidades da General Motors pelo mundo. De imediato, o novo centro permitirá o aumento de produtividade.
Para crescer, GM inaugura novo centro de abastecimento em São Caetano do Sul
Dan Ammann, Presidente mundial da GM, participou da inauguração O centro será responsável pela movimentação diária de cerca de 1,4 milhão de componentes, entre peças de acabamento, de tapeçaria e mecânicas destinadas ao abastecimento da linha de montagem. Em São Caetano do Sul são produzidos o Cruze (hatch e sedã), Cobalt, Spin e Montana. “Um carro possui milhares de itens e cada um deles apresenta um fluxo de estoque distinto devido a mais diversas especificidades, como local de origem, periodicidade de reposição e até mesmo o tamanho do componente”, diz Santiago Chamorro, presidente da General Motors do Brasil. “Gerenciar o inventário de peças e suprir de maneira ininterrupta a linha é um dos processos-chaves na fabricação de um automóvel”, explica o executivo.
Para crescer, GM inaugura novo centro de abastecimento em São Caetano do Sul
Com investimentos de R$ 100 milhões, as obras duraram cerca de dois anos e foram realizadas sem interromper a produção na unidade durante o período. Para a construção do novo centro, a GM demoliu um antigo prédio com ampla preocupação pela sustentabilidade. Com a ajuda do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), a empresa utilizou um processo de desconstrução que possibilitou que o entulho fosse reciclado e aproveitado na nova própria obra, reduzindo o impacto ambiental. O novo projeto, além de deixar o fluxo de recebimento de mercadorias até 40% mais rápido, também tende a reduzir em cerca de 20% o trânsito de caminhões de fornecedores no entorno do complexo.

Seja parte de algo grande

Para crescer, GM inaugura novo centro de abastecimento em São Caetano do Sul

Foto de: Fábio Trindade